Bossche Bol

2018, 69'

Há alguns anos, minha prima Bia apaixonou-se por um holandês e foi morar em Wijchen, bem longe da família e amigos. Bossche Bol é um diário-fabulação gravado inteiramente com um celular, em janela vertical (9:16), que busca explorar as linguagens das mídias sociais e os afetos que as atravessam, a partir do cotidiano doméstico de Bia.

Um diário de Beatriz Gurgel (de Medeiros)Dirigido por Vitor (Gurgel de) Medeiros
Roteiro: Beatriz Gurgel, Juliana Corrêa, Vitor MedeirosProdução e Som direto: Vitor MedeirosAss. de Direção: André AntônioAss. de Produção: Jan BerkersFotografia: Beatriz Gurgel, Vitor MedeirosDireção de Arte: Luiza Drable, Silvia RumenArte do Diário: Beatriz Gurgel, Luiza DrableEfeitos Especiais: Mariana FlorEdição: Caio Casagrande, Douglas Soares, Juliana Corrêa, Marlon Peter, Vitor MedeirosDesenho de som: Caio Casagrande Mistura de som: Victor OliverParticipação Especial: Laurita Alves Teixeira, Manoelina Medeiros, Paulo Chrispim, Rosane Gurgel, Ubiracy MedeirosOperação de drone: Jeziel MedeirosSupervisão Técnica: Vitor Kruter